Queimadas e seca...


Chocante! É só ligar a TV, ou acessar a internet nos sites de notícias e blogs relacionados ao meio ambiente que as notícias mais comentadas dos últimos dias são relacionadas as queimadas que estão atingindo grande parte do Brasil devido ao período de seca que o país passa.

No Brasil todo a população sofre com os efeitos das queimadas, além de queimar as produções e cultivos de produtores agrícolas o fogo extermina tudo o que está a sua frente e isso inclui os animais que tem seu habitat no meio de matas e florestas atingidos pelo fogo.

Dados de monitoramento do CPTEC/INPE revelam o aumento no número de queimadas do ano de 2010 comparada ao ano passado.

2009
Junho: 1854
Julho: 3135
Agosto: 7412

2010
Junho: 3399
Julho: 9230
Agosto: 33046

Números além de impressionantes são alarmantes e voltam o pensamento da nossa sociedade para as questões relacionadas ao meio ambiente. Porém a seca e as queimadas não são oriundas somente das variações climáticas e dos processos naturais dos ecossistemas.

Infelizmente o ser humano muitas vezes tem seu papel na contribuição para as queimadas com os crimes ambientais, queimando terras para limpar terrenos, fogueiras, balões e até mesmo bitucas de cigarro podem contribuir para o fogo nas matas brasileiras.

O que tem gerado também o alto índice de queimadas no país e a falta de chuva que está relacionada diretamente com o clima seco que atinge quase todo país. Agosto se despede hoje sem chuva em diversos estados do Brasil, a umidade relativa do ar muito baixa e a previsão de chuva é apenas para algumas regiões no sul do país.

Vamos torcer para que venha logo a chuva e que o verde para de queimar.

fonte de pesquisa para esse post: climatempo diário verde cptec

Jah Bless!

Um comentário:

Guilherme Pitsch disse...

Ta complicada a situação!
Torce pra chuva cai e dar uma amenizada.
E no mais ter aqueles cuidados básicos com o meio ambiente, economizar água, emitir o mínimo possível de fumaça, consumir produtos de produção ecologicamente correta, etc.
Sair do consumismo pregado pelo sistema (que produz milhões de vezes mais que o necessário a base da extração de recursos naturais e na emissão de gases poluentes para a atmosfera) e comprar somente aquilo que realmente é necessário.
São vários detalhes e cada um sabe no fundo o que fazer para preservar o nosso planeta, então não compre plante!