Solo que arde...

Nas últimas três décadas, o total de terras atingidas por secas severas dobrou em decorrência do aquecimento global. Na China, segundo o mais recente estudo da ONU, todos os anos 10 mil quilômetros quadrados em média, o equivalente a metade do estado de Sergipe se transformam em deserto. Na Etiópia, secas anuais condenam 6 milhões de pessoas à fome. Na Turquia, 160 000 quilômetros quadrados de terras cultiváveis sofrem com a desertificação gradativa e a conseqüente erosão do solo.

Dados como esse mostram que nos seres humanos fazemos parte do equilíbrio natural do planeta Terra e que nossas ações influenciam diretamente no futuro do mundo. Diversas ações devem ser tomadas por nós, é preciso parar de bombear na atmosfera dióxido de carbono e metano, rever nosso conceitos sobre uma vida sustentável e pensar no que podesmo deixar para as gerações futuras, pensar na preservação e na conscientização ambiental que possa partir de cada um de nós, é importante cada um fazer a sua parte, para que tudo não se acabe em um imenso deserto.

Jah Bless!

Nenhum comentário: