Natiruts, pioneira no reggae nacional...


Esse post vai ser dedicado a uma banda de reggae nacional que ao longo de seus 11 anos de estrada divulgou com muito amor o reggae para o Brasil, uma das pioneiras e das melhores bandas de reggae no país, falo da bnda Natirus.

No ano de 1995 num pequeno estúdio da 510 norte aconteceram mais ou menos 20 ensaios num periodo de quatro meses onde pela primeira vez músicas como Liberdade pra dentro da cabeça, Presente de um Beija-Flor, Surfista do lago paranoá foram tocadas em um formato diferente de voz e violão. Esses 20 e poucos ensaios foram feitos por Luís, Alexandre e Juninho já com o nome Nativus escolhido como o ideal para ser o nome do grupo. No final de 1995 Bruno se integrou ao trio.

Em Abril de 1996, uniram-se Kiko Peres e Izabella. Nesse mesmo mês foi gravada a fita demo intitulada Nativus. No entanto muitas pessoas, além dos seis, passaram pela banda. Pessoas que mesmo anonimas ao público foram igualmente importantes como nós que aparecemos nas fotos, nos shows e acabamos levando um crédito que com certeza não é apenas nosso.

Pessoas como André Carneiro, primeiro guitarrista da banda, Daniel Felix, nosso engenheiro de som desde o primeiro show da história da banda, Bruno Wambier, a mais de 7 anos comandando os teclados. Citamos aqui também pessoas que passaram e seguiram seus próprios caminhos como Tonho Gebara que assumiu a guitarra solo com a saída do Kiko, Luciana Simões que assumiu os Backings com a gravidez da Izabella, Raphael Mira que fez vários shows substituindo o Bruno que estava com problema nas mãos, sem contar os desiners, produtores, empresários, roadies, amigos que colocaram a alma na parada.

Ironia do Destino ou não , a única coisa que nunca mudou foi aquela formação que iniciou tudo em 1995 e que foi capaz de se transmutar ao longo desses onze anos adaptando-se a todas as mudanças sonoras e ainda assim conseguindo se manter original.
Dia 15 de juhlo a banda Natiruts entra no estúdio para gravar seu novo cd.


Quem é escravo da dor, na vida só será feliz, se disser: Tô de bem, tô de bem, Tô de bem com a vida meu amor!!!" (Natiruts)

Conexão Brasil Jamaica em Florianópolis...



A noite do dia 13 de junho no Lagoa Iate Clube na Lagoa da Conceição em Florianópolis ficou marcada no cenário do reggae da ilha, com apresentações fantásticas trazidas pelo Projeto Cultura Reggae no evento conexão Brasil Jamaica.

A festa começou com a apresentação da banda nacional Mato Seco, que mostrou já de cara um som de extrema qualidade mostrando seu trabalho independente. Na Sequênciada da noite se apresentou Pablo Moses, músico consagrado no cenário mundial que deu ainda mais ritimo a noite.
A noite no seu auge contou com a incrível apresentação de Andrew Tosh, o que para delírio da massa regueira fez todos tirarem o pé do chão e bailar ao som do verdadeiro reggae raiz jamaicano, e para encerrar a noite Don Carlos fez tremer o chão do Lic no alto da madrugada com muita energia em suas músicas de seu novo trabalho que está divulgando pela sua turnê no Brasil.


Uma Noite inesquecível para os amantes do Reggae, que ficará guardada na memória de muita gente por um longo tempo.


"Enquanto a cor da pele for mais importante que o brilho dos olhos não haverá paz". (Bob Marley)

Ras Bernardo em dose dupla...


Depois de dez anos afastado dos estúdios, Ras Bernardo lança um disco que se destaca no cenário reggae brasileiro.

Em Florianópolis mostra o CD Jah é Luz (Muzamba Música/ Independente). O novo trabalho apresenta uma sonoridade crua e pesada com arranjos minimalistas e mixagem presente. Uma linguagem ao mesmo tempo atual e tradicional, que pode ser comparada a produções européias atuais, inspiradas no som clássico do reggae e do dub jamaicano do fim dos anos 70.

A nova fase de Ras Bernardo, marcada pelo lançamento de Jah é Luz, traz de volta para a cena brasileira do reggae um pioneiro de trabalho renovado ede muito bom gosto.

Ras Bernardo se apresenta nos dias 12 e 14 de junho na ilha da magia no De Raiz na estrada geral da Joaquina, a noite contará ainda com show das banda Habitantes de Zion e Naturalidade, os ingresso estão a venda a partir de 15 R$. Muito reggae e energia positiva emanando do leste da ilha.


Muito Reggae e boa vibração na Ilha da Magia...


A segunda semana do mês de junho vai ser movida a muito reggae em Floripa, muitos shows vão embalar as noite na ilha da magia.

Ras Bernardo primeiro cantor da Banda Cidade Negra, vem a Florianópolis para divulgar seu mais novo Cd - Jah é Luz. O novo trabalho de Ras mostra uma sonoridade crua e pesada com a verdadeira essência do reggae de raiz, inspirado no reggae clássico e no dub jamaicano. O Cantor se apresenta junto com a Banda QG Imperial no De Raiz na estrada geral da praia da Joaquina nos dias 12 e 14 de julho, com certeza um show que vai abalar as estruturas em Floripa.

Já para quem curte um reggae internacional e de ótima qualidade não pode perder dia 13 de junho no Lagoa Iate Clube em Florianópolis o projeto Cultura Reggae, que apresenta a Conexão Brasil Jamaica com apresentações de nada mais nada menos que, Don Carlos, Andrew Tosh e Pablo Moses, músicos consagrados no cenário mundial do reggae. O Projeto ainda contará com a participação da Banda brasileira Mato Seco agitando a massa regueira durante a noite inteira.

Para você que curte um bom reggae e boas vibrações é são ótimas opções para um fim de semana recheado de paz e amor.

Não preciso ter ambições. Só tem uma coisa que eu quero muito: que a humanidade viva unida... negros e brancos todos juntos. (Bob Marley)